O PLURALISMO FAMILIAR E A LIBERDADE DE CONSTITUIÇÃO DE UMA COMUNHÃO DA VIDA FAMILIAR

Ana Paula de Araujo, Carina Ana de Oliveira, Elieser Leal Germano, Tatiane Alves Salles dos Santos

Resumo


O presente estudo tem como objetivo abordar as principais mudanças no âmbito familiar com base no novo modelo constituído pela sociedade.  É evidente, ao analisar a evolução histórica do direito, que mudanças ocorrem constantemente, pode-se dizer que o direito vive em constante transformação, pois, ao passo que a sociedade evolui, é dever do direito evoluir juntamente para atender as necessidades sociais.  As evoluções oriundas da sociedade foram primordiais para as alterações legislativas voltadas à família. Com essas mudanças, vieram à tona vários conceitos de família, denominadas pela família eudemonista, que tem como prioridade o afeto entre os integrantes da entidade familiar, a união homoafetiva, as famílias monoparental e pluriparental. Esse reconhecimento afastou a noção de que apenas as famílias biológicas e baseadas no casamento eram moralmente corretas. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.