Sistema de coleta e armazenamento de água da chuva por gravidade e por diferença de pressão

Rodrigo Golfetto, Caetano Hirota, Erica Mitie Umakoshi

Resumo


Atualmente, existe uma preocupação mundial em relação à preservação dos recursos naturais, dentre eles um de importância vital: a água. Isso se deve ao fato de que, do volume total de água disponível no planeta terra, 97,5% é de água salgada e 2,5% é de água doce, dos quais apenas 0,007% encontra-se em locais de fácil acesso para o consumo humano, como lagos, rios e na atmosfera (UNIÁGUA, 2006). Além disso, o crescimento da concentração populacional nas áreas urbanas eleva a demanda por água potável. Estas áreas, por sua vez, estão longe dos mananciais. Conforme Ghisi (2006), a região Sudeste do Brasil concentra 43% da população e apenas 6% de potencial hídrico, enquanto a região Norte, que compreende a Bacia Amazônica, concentra 69% da água disponível e apenas 8% da população brasileira. Outro fator que se deve ressaltar é o aumento da poluição dos córregos, rios e nascentes devido à falta de saneamento básico em diversas áreas urbanas, o que prejudica ainda mais o abastecimento. Com isso, vive-se hoje no Brasil uma crise hídrica agravada por fatores climáticos. Diante deste fato, a presente pesquisa visa desenvolver um sistema de captação e o aproveitamento de água de chuva em residências unifamiliares. A proposta da pesquisa é desenvolver um sistema de baixo custo e que funcione por gravidade e diferença de pressão para a cidade de Alta Floresta, localizada na região norte do Mato Grosso. A cidade de Alta Floresta possui um clima predominantemente quente, com duas estações bem definidas, uma quente e seca, entre os meses de maio a outubro, e outra quente e úmida, de novembro a abril. Sabe-se que a falta de água ainda não é um problema na região, no entanto sob a ótica da sustentabilidade, deve-se agir em busca de um uso racional e consciente dos recursos naturais. Por isso, é responsabilidade dos engenheiros civis e arquitetos elaborarem projetos residenciais que otimizem os recursos naturais, captando a iluminação e ventilação natural, além da água da chuva.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.