ARTE NO JARDIM: HORTELÃ, ELEFANTE E ERVA-CIDRÉIRA, QUER UM CHÁ OU UMA MUDINHA?

Ana Paula BENTO, Sirlei LEITE, Rafael H. SILVA

Resumo


O projeto faz parte das ações pedagógicas que estão sendo desenvolvidas na Escola Municipal Laura Vicuña, cujo tema abre um leque de possibilidades de trabalhos nas áreas do conhecimento da educação infantil. Tem por finalidade sensibilizar as crianças sobre a importância e benefícios de um ambiente cuidado e dos bons hábitos de preservação e conservação do meio ambiente. “As plantas medicinais brasileiras não curam, fazem milagres”. Com esta célebre frase, Vom Martius definiu bem a capacidade das ervas medicinais brasileiras. É bem possível que das cerca de 200.000 espécies vegetais que possam existir no Brasil, na opinião de alguns autores, pelo menos a metade pode ter alguma propriedade terapêutica útil à população, mas nem 1% dessas espécies com potencial foi motivo de estudos adequados. Nesta perspectiva, busca-se orientar os alunos a práticas ambientais para, quando adultos, ser cidadãos conscientes da importância da conservação e preservação da natureza e do uso das ervas medicinais na vida cotidiana das pessoas.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.