Curso de Agronegócio da FADAF realiza aula de campo na Fazenda Variane

  • PDF
  • Imprimir
  • E-mail

Prof. Sidney da Silva Chaves – Departamento de Comunicação da FAF/FADAF

Os alunos do segundo e do quarto semestres do curso de Agronegócio da Faculdade de Direito de Alta Floresta – FADAF participaram no dia 7 de agosto de uma aula de campo  na fazenda Variane, município de Carlinda. O objetivo da aula foi proporcionar às turmas contato com a atividade prática e também ter mais informações diretamente com o produtor sobre os desafios e os benefícios financeiros  e ambientais da atividade de piscicultura no município de Alta Floresta.

 A aula de campo foi a culminância de uma palestra sobre Desafios e oportunidades da piscicultura no município de Alta Floresta proferida no dia 03 de agosto no Salão Nobre da FADAF pelo Biólogo Geovane Variane. Geovane,  além de biólogo,  é empresário no ramo da piscicultura há mais de 20 anos em Alta Floresta, é filho do proprietário da fazenda, que fica localizada na comunidade Del Rey a 80 km de Alta Floresta.

Para a coordenadora do curso de Agronegócio da FADAF, Marlize Refatti Zinelli, mestre em Ciências Ambientais, a metodologia adotada teve como objetivo colocar o acadêmico em contato com o empresário e promover uma troca de conhecimentos, inicialmente por meio da palestra e depois por meio da vivência prática, disse ela para o Departamento de Comunicação da FAF/FADAF.

Quanto à escolha do tema, salientou Marlize, “Se deve ao fato dos alunos terem em sua matriz curricular  a disciplina de Produção Animal I e II, ministrada pelo Professor  Marcelo Fernando Pereira Souza, doutor em Agronomia. Essas disciplinas  propõem  conhecer os sistemas de criação e as técnicas de manejo além da comercialização,  sendo uma delas a atividade de piscicultura, que é uma  das propostas do agronegócio  para a região devido à  sustentabilidade ambiental e também  econômica”, frisou Reffatti.

Já o Professor Marcelo Fernando ressaltou também sobre a importância da aula prática “Quando o aluno mantém diálogo da teoria com a prática, consegue entender melhor a dinâmica da cadeia produtiva da piscicultura, vivenciando todas as problemáticas enfrentadas nesse ramo do agronegócio, tais como manejo da atividade, infraestrura e comercialização, buscando, dessa forma, alternativas para alavancar este importante ramo do agronegócio” . Por isso, essas experiências vivenciadas in loco são fundamentais para que os acadêmicos saiam preparados profissionalmente para gerir as diferentes áreas do agronegócio, concluiu Marlize.

O curso de Agronegócio da FADAF vem procurando sempre por o acadêmico em contato com a realidade de Alta Floresta e região, dando assim dinamicidade às aulas ao mesmo tempo em que coloca o futuro profissional, durante o período de sua formação, frente a este que é o grande desafio do Mato Grosso, principalmente do Norte de Mato Grosso, o agronegócio. Ajudar construir o futuro desta região para uma economia de sustentabilidade é um dos objetivos do Curso da FADAF.

 

 

 

Última atualização em Qui, 08 de Setembro de 2016 15:12